Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

quarta-feira, 5 de julho de 2017

Os crimes de Stalin: A trajetória assassina do Czar Vermelho - Nigel Cawthorne

Sob o regime socialista de Stalin, na ex-URSS e países vizinhos, mais de 45 milhôes de pessoas perderam suas vidas. As que sobreviveram, viveram suas miseráveis vidas com medo e sem liberdade. Em seu livro “Os crimes de Stalin, o escritor anglo-americano Nigel Cawthorne fornece um material  detalhado sobre a vida deste Csar psicopata e sobre o seu regime de terror,  que escravizou e assassinou centena de milhões de seres humanos.  Anon, SSXXI

Logo em seguida, parte de uma entrevista relacionada ao domínio soviético de Stálin sobre outros povos

Entrevista: Médico romeno conta como era viver num país socialista

MP – Como o comunismo é visto hoje pelos seus compatriotas?

Eu me pergunto sempre, disse o médico romeno Mihai Sorin Dorobanțu que hoje vive no Brasil: “Quais são as pessoas que curtem a esquerda e, em espécie, o comunismo?” Geralmente os fracassados, aqueles que nunca iriam conseguir chegar onde sonhavam sem a ajuda de uma corrente politica que precisa de acólitos. Tem gente que trabalha, estuda e ganha uma fortuna no meu pais. Esses geralmente, nem querem saber de politica, na verdade não tem tempo para isso. Assim como tem gente que, não importa em que sistema eles viveriam, sempre vão se constituir no lixo da sociedade: alcoólatras sonhadores, preguiçosos, ladrões, bandidos. Toda essa a ultima categoria é o grosso do que se chama de “turma proletária*” mas não tem nada a ver com proletariado. É, na verdade, o esgoto da sociedade, a sujeira que fede de qualquer jeito à pobreza, ao medo e a covardia. Graças a Deus, hoje o Exercito Vermelho está longe do meu pais, então essa gentalha está fraca. Mas eles esperam, lá, na sombra, assim como esperaram nos anos 40 para se apoderar do pais. Quem acha que o comunismo não existe mais, se engana, ele está presente nos botecos, nas áreas de prostituição, nas drogas, na preguiça e nas esmolas da sociedade. Ele vai ressuscitar sem dúvidas, porque essa gosma tira seu poder principalmente da indiferença e da ignorância da sociedade.

Leia: entrevista completa aqui

Biblioteca Subversiva: Dicas de livros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI